VERGONHA – Advogada e analista judiciário serão obrigados a usar tornozeleira eletrônica

Shirley Fátima e Gerson Roberto foram presos
Shirley Fátima e Gerson Roberto foram presos

Foram presos na manhã desta quinta-feira, 18, a advogada Shirley Fátima Duarte Oliveira de Almeida e o analista judiciário Gerson Roberto Silva Moura. A dupla é acusada de corrupção. Moura ganhava dinheiro da advogada para agilizar processos que tramitavam no Fórum de Paripueira.

Após prisão temporária de cinco dias, os dois vão ter que usar tornozeleira eletrônica. O esquema foi denunciado no ano passado por um juiz que desconfiou da proximidade da advogada com o servidor.

Policiais durante buscas nas casas dos acusados

O Ministério Público do Estado pediu à Justiça para que a advogada fosse proibida de ter acesso ao Fórum e a quaisquer servidores de lá até a conclusão das investigações. Já o servidor foi temporariamente afastado de suas funções.

Além de não poder mais trabalhar até enquanto durar a atual decisão judicial, o funcionário também teve recolhido o token (ferramenta para acessar e promover assinatura digital) e seus login e senha que davam acesso ao sistema eletrônico do Poder Judiciário foram desativados.

 

Fechar