publicidade

Pesquisar

Técnico do ASA analisa o retorno de Thallyson e Didira: “A gente tem um grupo forte”

Jota mandou a campo os dois jogadores contratados na semana passada

O ASA promoveu o retorno de dois jogadores de importância histórica no último sábado. Contra o Afagodos, o lateral-esquerdo Thallyson, de 30 anos, foi titular em Pernambuco e o meia Didira, de 34, entrou ainda no primeiro tempo, aos 35, após lesão no joelho do centroavante Júnior Viçosa.

Após a vitória por 2 a 1, o técnico Jota analisou a participação dos dois atletas. Revelados pelo ASA, Thallyson defende o Santo André neste ano, e Didira foi emprestado pelo CSA.

– Eu avalio de forma muita proveitosa, até porque o Thallyson estava há dois meses parado, o último jogo dele foi pela equipe do Santo André, se não me engano, no Campeonato Paulista, e até me surpreendeu. Quando eu falei que só tinha duas substituições e uma parada, ele falou: “Não, Jota. Eu vou continuar, vou até o final.” Como foi – analisou o treinador, dando ênfase também ao retorno de Didira.

– E o Didira também. Vinha treinando, um grande jogador, o grupo é de qualidade e os jogadores que chegaram, jogadores de qualidade como o Didira, o Thalysson, o Colina, Ermínio, Damasceno… Então a gente tem um grupo forte num só objetivo, que é o acesso. A gente sabe que é difícil, tem outro jogo difícil contra a equipe do Afogados em casa, mas desde já peço o apoio do nosso torcedor, que compareça, a gente possa fazer um bom jogo e consiga o nosso objetivo que é a classificação.

O ASA venceu o primeiro jogo do mata-mata e tem a vantagem do empate domingo, contra o Afogados, às 16h, em Arapiraca.

VEJA TAMBÉM