publicidade

Pesquisar

Maceió passa por transformação na paisagem urbana com obras de infraestrutura do Pontal ao Jaraguá

Obras de reurbanização da orla e contenção do mar acontecem nas praias da Avenida e do Sobral
Maceió passa por transformação na paisagem urbana com obras de infraestrutura do Pontal ao Jaraguá
Obras estruturantes acontecem ao longo de toda a Praia da Avenida. Foto: Alisson Frazão/Secom Maceió
Seguindo com obras estruturantes ao longo de toda a cidade, a Prefeitura de Maceió transformou a orla das praias da Avenida e do Sobral em um canteiro de obras. Isso porque, duas importantes intervenções que eram esperadas pelos maceioenses, principalmente, por quem circula pela região, iniciaram uma transformação na paisagem urbana da capital que vai beneficiar a vida dos residentes e visitantes.

No trecho que compreende do emissário submarino, no Prado, até o Memorial à República, no bairro Jaraguá, as obras de reurbanização da orla marítima seguem a todo vapor e fazem parte do projeto Renasce Salgadinho.

No total, 37.196 m² de área serão revitalizados. As intervenções contemplam reparos estruturais no calçadão, ciclovia, equipamentos esportivos, recuperação dos bancos, paisagismo e outros serviços.

Ciclistas comemoram as obras de infraestrutura na região. Foto: Alisson Frazão/Secom Maceió
Ciclistas comemoram as obras de infraestrutura na região. Foto: Alisson Frazão/Secom Maceió

Para o ciclista Luiz André, a obra representa uma atenção do poder público com regiões que mais necessitam destes serviços de infraestrutura.

“Por anos nós tivemos a orla da praia da Avenida esquecida pelo poder público. Mas com essa revitalização, que tá em andamento, fico muito feliz e vejo que o poder público municipal chegou e se fez presente em nossa capital, enxergando o que por anos nunca foi visto. Agora temos uma estrutura bem melhor e com uma iluminação de qualidade”, ressaltou.

No total, mais de 60% da ciclovia e também do calçadão, já foram totalmente executados, garantindo assim, melhor acessibilidade, para quem transita na região.

Cada saco, que é composto da própria areia da praia, comporta aproximadamente 1.800 Kg. Foto: Júnior Bertoldo/Ascom Seminfra
Cada saco, que é composto da própria areia da praia, comporta aproximadamente 1.800 Kg. Foto: Júnior Bertoldo/Ascom Seminfra

Contenção do mar

Com o objetivo de conter o avanço do mar no Pontal da Barra, a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra) também iniciou a instalação de Big Bags – sacos de ráfia preenchidos com areia da praia – para a contenção das marés. A instalação é provisória e, posteriormente, serão trocados por blocos de concreto distribuídos com travamentos em conjunto.

Cada saco, que é composto da própria areia da praia, comporta aproximadamente 1.800 Kg. A obra, que trará benefícios recreativos e esportivos para quem frequenta a região, segue com o cronograma de seis meses, previsto no planejamento, ou seja, em ritmo normal. Já a definitiva terá o prazo de até oito meses para a finalização.

Foto: Júnior Bertoldo / Ascom Seminfra.
Foto: Júnior Bertoldo / Ascom Seminfra.

O secretário de Infraestrutura, Lívio Lima, que acompanha de perto a obra, explicou quais serão os próximos passos e destacou a importância dos serviços.

“Estamos executando a instalação da parte provisória da obra, para que em seguida, possamos iniciar a fase definitiva. Terminamos a parte provisória na Jatiúca, e logo em breve estaremos executando a segunda etapa, já que lá, conforme a Defesa Civil Municipal, era um ponto mais crítico”, informou.

Lívio Lima destacou, ainda, a importância de todo o empreendimento para a capital, já que o investimento vai aprimorar o turismo na cidade e melhorar a qualidade de vida dos moradores e frequentadores das praias urbanas de Maceió.

“É uma obra de extrema importância para a cidade como um todo e, principalmente, para quem mora nas proximidades, que  antes, com o avanço do mar, não conseguia nem ter acesso à orla, visto que ela estava totalmente destruída. Estamos iniciando o projeto e, logo em seguida, teremos uma nova orla totalmente estruturada para turistas e maceioenses”, finalizou.

Renasce Salgaginho

O Renasce Salgadinho está orçado em R$ 76,4 milhões e os recursos são fruto de um empréstimo da Companhia Andina de Fomento (CAF). Além de garantir uma requalificação ambiental, o projeto conta, ainda, com mais de 20 intervenções, beneficiando assim, mais de 300 mil maceioenses.

VEJA TAMBÉM