publicidade

Pesquisar

Prefeitura de Maceió investe em educação para construir quadras poliesportivas em três escolas

Unidades educacionais contempladas serão as escolas municipais Jayme de Altavilla, Zumbi dos Palmares e José Haroldo da Costa

 

Estudantes vão se beneficiar com a construção da nova quadra poliesportiva. Foto: Jamerson Soares (estagiário)/Ascom Semed
O prefeito de Maceió, JHC, autorizou a construção de ginásios em escolas e obras de ampliação em outras seis unidades de ensino no dia 29 de setembro, quando o gestor divulgou uma série de ações que vão fomentar a valorização da Educação da capital.
Com a iniciativa, estudantes e toda a comunidade escolar da Escola Municipal Jayme de Altavilla, localizada na Santa Lúcia, serão beneficiados com uma nova quadra poliesportiva coberta, com arquibancada e vestiários. A obra, de início imediato, terá o investimento de R$ 1.241.599,37 advindos de recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).
O empreendimento na unidade escolar Jayme de Altavilla vai beneficiar mais de mil estudantes, entre crianças e adolescentes do 1º ao 8º anos do Ensino Fundamental, bem como os alunos da Educação de Jovens, Adultos e Idosos (EJAI). A previsão de execução da obra é de 9 meses, com a empresa Base Construções sendo a encarregada dos serviços.
Quadra esportiva antes da reforma. Fotos: Jamerson Soares (estagiário)/Ascom Semed

A construção da quadra poliesportiva faz parte da proposta de melhoria da estrutura da Rede Municipal de Educação, a qual, dentre outras ações, tem buscado realizar ampliações, construções de quadras, ginásios e refeitórios.

 

Além da Jayme de Altavilla, também serão contempladas as escolas Zumbi dos Palmares, localizada no Clima Bo, e a Dr. José Haroldo da Costa, no Tabuleiro do Martins. O custo total das obras, nas três unidades escolares, está estimado em R$ 3 milhões e 600 mil.

 

Ao saber que a instituição receberia a reforma da quadra, muitos estudantes da Escola Municipal Jayme de Altavilla comemoraram. Ágatha Sofia da Silva e Marília dos Santos, ambas de 8 anos, foram algumas dessas alunas.

Alunas Marília dos Santos (à esq.) e Ágatha da Silva (à dir.) comemoraram reforma da quadra. Foto: Jamerson Soares (estagiário)/Ascom Semed
Para a estudante Ágatha Sofia da Silva, a reforma vai melhorar o desenvolvimento das aulas. “Com a quadra mais boa é melhor porque aí, a gente não vai se machucar. Eu vou gostar muito de ter uma quadra nova. Vai melhorar muita coisa. Estou feliz”, contou.
A aluna Marília dos Santos também comemorou e disse que está com boas expectativas. “Eu achei bem legal essa notícia de que a quadra vai ser reformada. Estou com uma expectativa boa e vou gostar muito. A gente vai poder fazer as aulas de uma forma mais segura”, revelou.
Professor de educação física pontuou qualidade das aulas. Foto: Jamerson Soares (estagiário)/Ascom Semed
Geraldo Góes é professor de educação física da unidade escolar há três anos e há 22 trabalha na rede municipal de ensino. Ele destacou que é a primeira vez que vai trabalhar em uma escola que terá uma quadra coberta.
“A expectativa é de fazer uma aula de qualidade, de forma mais democrática porque eles têm direito a um espaço digno. É a primeira vez que vou trabalhar em uma escola que tem uma quadra coberta. Tenho 22 anos de educação e nunca trabalhei em uma escola que tenha uma quadra coberta. Para mim é uma satisfação muito grande”, afirmou o profissional.
Diretora da escola Jayme de Altavilla (à esq.) destacou melhoria do aprendizado. Foto: Jamerson Soares (estagiária)/Ascom Semed
Segundo a diretora da escola, Izabella Pessoa, a obra vai contribuir para o aprendizado dos estudantes e proporcionar um espaço adequado para a realização das atividades.
“A expectativa está muito grande porque estávamos aguardando muito essa reforma, porque vai ser muito bom para os alunos. Atualmente eles fazem as aulas de educação física sob o sol e chuva e é muito complicado. Vai melhorar muito na questão da aprendizagem”, pontuou a diretora escolar.
Mais melhorias
O prefeito JHC anunciou, ainda, a entrega de prêmio financeiro para as escolas que obtiveram nota acima de 5 no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) de 2021, o auxílio Internet que será estendido para profissionais, além do pagamento de 100% dos precatórios do antigo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (FUNDEF) aos mais de 11 mil servidores da educação.
Com isso, Maceió se torna a primeira capital a concluir os pagamentos de R$ 183 milhões aos professores. Assim como o pagamento do retroativo das progressões por mérito, os biênios, para os servidores da educação.
A valorização da Educação municipal conta também com o reajuste do valor da hora aula de professores contratados. O valor, que era de R$ 20,00 passa a ser R$ 25,00 em proporcionalidade com o que prevê o Piso Nacional de Educação, a partir de outubro. A decisão se soma às diversas medidas tomadas pela Prefeitura de Maceió para estagnar a carência de profissionais em sala de aula na rede municipal de ensino.
A valorização do trabalho desenvolvido pelos estagiários de unidades educacionais e da sede da Secretaria Municipal de Educação (Semed) também será implementada.
A partir de agora, os estudantes que antes recebiam R$ 572,00 referente a meia-bolsa, passarão a receber integralmente o valor de R$ 1.100,00 relativo ao cumprimento de 30 horas semanais, além do valor de R$ 6,70 relativo ao auxílio transporte de ida e vinda por dia estagiado, sendo antes o valor de apenas uma passagem de R$ 3,35. 

VEJA TAMBÉM