publicidade

Pesquisar

Feira Literária da Educação levará ao Jaraguá contação de histórias, oficinas e atrações culturais

Ação faz parte do evento Educar É Massa, que vai acontecer nos dias 22 e 23 de novembro
Feira Literária da Educação levará ao Jaraguá contação de histórias, oficinas e atrações culturais
Feira Literária acontece nos dias 22 e 23 de novembro durante a programação do Educar É Massa. Foto: Pedro Farias/Ascom Semed
Dentro da programação do evento Educar É Massa, organizado pela Secretaria de Educação de Maceió (Semed), em parceria com a FMAC, que vai acontecer nos dias 22 e 23 de novembro, haverá uma ação intensa e com diversas atrações pedagógicas e culturais. Trata-se da Feira Literária da Secretaria de Educação de Maceió (Semed), que será realizada em uma tenda em frente ao Museu da Imagem e Som (Misa), próximo à Praça Dois Leões, no bairro histórico de Jaraguá.

A previsão é de que mais de 1.600 crianças e adolescentes das creches e escolas municipais da rede de ensino estejam presentes no evento, incluindo, os estudantes da Educação de Jovens, Adultos e Idosos (EJAI).

O objetivo da feira literária é proporcionar aos estudantes das diversas modalidades de ensino um espaço de observação, experimentação e investigação, despertando a curiosidade científica e inspiração de proposições, a pratir das vivências das suas realidades.

Segundo a coordenadora do setor de Projetos e Programas da Semed, Kátia Lessa, a programação da feira será composta por exposições de livros e pintura facial, oficina do bordado Filé, contação de histórias com a Vóvo Regina, personagem interpretada por Kátia Regina, técnica da secretaria; saraus com artistas convidados, oficinas de poesias, oficina de musicalização com a equipe de Ação Cultural, o grupo Educanto (composto por Tércio Smith, Késia Simone, Jorge Von Félix e Emília Caldas).

Além disso serão realizadas oficinas de educação ambiental e sustentabilidade, com a equipe do setor do meio ambiente da Semed, e oficinas com a equipe do diversidade étnico-racial (NEDER).

Kátia Lessa explicou, ainda, que todos que compõem a secretaria estão com grandes expectativas para a realização do evento. Ela acredita que a feira literária pode trazer impactos positivos na aprendizagem dos estudantes.

“Sempre é um impacto positivo. A gente vem trabalhando oficinas voltadas à educação ambiental, que iremos expor na feira. É um momento que a gente leva cultura, o incentivo à leitura, recebe estudantes das escolas e eles interagem. Mães de alunos também acabam indo e participando, então, é muito gratificante. É sempre positivo esse tipo de ação”, afirmou a coordenadora.

 

VEJA TAMBÉM