publicidade

Pesquisar

Vigilância Sanitária apreende 400 kg de alimentos impróprios para consumo no fim de semana

Fiscalizações ocorreram, nestes sábado e domingo, em supermercados, hamburguerias e feiras livres da cidade
Vigilância Sanitária apreende 400 kg de alimentos impróprios para consumo no fim de semana
Produtos comercializados estavam fora do prazo de validade ou sem condições de consumo. Foto: Visa Maceió
Como resultado de mais um fim de semana de fiscalizações nos estabelecimentos comerciais de Maceió, a Vigilância Sanitária apreendeu 400 kg de produtos perecíveis e não perecíveis impróprios para o consumo humano, em supermercados e feiras livres, localizados nos bairros Jacintinho, Cidade Universitária e Benedito Bentes.

Dentre os produtos retirados de circulação pelo órgão constavam presunto, mortadela, calabresa, biscoitos, leite, café e pães. Os alimentos que vinham sendo comercializados nos locais estavam fora do prazo de validade ou sem condições de consumo.

Durante a ação, fiscais da Visa também visitaram 10 hamburguerias da parte baixa de Maceió e encontraram irregularidades em três delas. Manipulação e acondicionamento de alimentos deficientes, maquinários fora das normas sanitárias e higienização precária são algumas das irregularidades encontradas nos locais. Os negócios receberam auto de infração e terão que se adequar às normas sanitárias.

O coordenador-geral da Vigilância Sanitária, Nilson Malta, reforçou que a população deve manter atenção máxima às condições dos produtos na hora do consumo para evitar comprometimentos à saúde.

“É sempre bom lembrar que ao adquirir qualquer produto, principalmente alimentício, é imprescindível verificar, além da data de validade, aspectos como as condições da embalagem e de higiene do estabelecimento, pois, muitas vezes, o que acontece é que, mesmo estando dentro do prazo de validade, o produto se torna impróprio para consumo devido a sua manipulação incorreta”, afirmou.

Penalidade e destinação dos produtos

Além da penalidade de apreensão imediata dos produtos, os estabelecimentos que tiveram seus produtos apreendidos também receberam autos de infração e devem responder a processo administrativo, cuja penalidade inclui multa no valor de R$ 180 a R$ 19 mil. Os produtos retirados de circulação foram levados ao Aterro Sanitário de Maceió.

Disque Denúncia

Para ajudar a Visa Maceió em seu trabalho de fiscalização, a população pode realizar denúncias pelo WhatsApp (82) 8752-2000, canal exclusivo para o recebimento de mensagens de texto, foto e/ou vídeo, que funciona 24h. A população também pode entrar em contato com a Visa pelo (82) 3312-5495, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Todas as denúncias são anônimas, garantindo o sigilo do denunciante.

VEJA TAMBÉM