publicidade

Pesquisar

Inovação: Rodrigo Cunha quer implementar Corujão da Saúde nos 102 municípios de Alagoas

 

O senador Rodrigo Cunha (União), pré-candidato ao governo de Alagoas, afirmou nesta terça-feira (26) que uma de suas metas é “implementar iniciativas inovadoras e de sucesso, como o Corujão da Saúde, em todos os 102 municípios de Alagoas”. Em funcionamento em Maceió desde o mês de dezembro de 2021, o Corujão é um programa que estende o funcionamento das Unidades Básicas de Saúde (UBS) até as 21 horas, ofertando exames e consultas no período noturno para a população mais carente. Até a metade do mês de julho, o Corujão já registrou quase 50 mil atendimentos na capital.

“Construir hospitais é importante, mas de nada adianta construir e não colocar para funcionar, ou entregar a obra às pressas, sem plenas condições de atendimento à sociedade. O Corujão da Saúde, implementado pela gestão do prefeito JHC com nosso apoio, é uma solução que parece simples, mas que resolve um problema gigante e que o atual governo não conseguiu resolver: a necessidade de reduzir a fila quase interminável de alagoanos e alagoanas que esperam por uma simples consulta ou um exame. Com o Corujão, as Unidades de Saúde ficam abertas até a noite e atendem mais pessoas, solucionando este problema crônico”, destacou Cunha.

“Por isso, queremos apoiar a destinar recursos para os 102 municípios do estado ampliarem o horário de atendimento em saúde, na zona urbana e nos povoados. Quanto mais investimentos forem feitos na atenção básica, que é aquele atendimento que primeiro recebe a demanda do povo tendo as Unidades de Saúde como porta de entrada, mais eficaz se tornará a estratégia de saúde em todo o estado. O Corujão da Saúde precisa chegar em todas as cidades de Alagoas com apoio do governo estadual, e vamos lutar por este avanço para nossa gente”, reiterou o pré-candidato a governador pelo União Brasil.

Entre os serviços oferecidos pela população no Corujão da Saúde estão os atendimentos clínicos, odontológicos, testes rápidos para detectar HIV, Sífilis, Hepatites B e C e gravidez, puericultura, ginecologia, dispensação de medicamentos, aferição de pressão arterial, glicemia e vacinação. Além disso, os usuários podem contar com os programas estratégicos da atenção básica, como saúde do homem, saúde do idoso e acompanhamento de doentes crônicos (hipertensão e diabetes), hanseníase e tuberculose. Para viabilizar este programa na capital, o senador Rodrigo Cunha e o deputado federal Pedro Vilela (PSDB) garantiram investimentos de R$ 17 milhões no município.

VEJA TAMBÉM