publicidade

Pesquisar

Gestão JHC inicia Ano letivo 2023 com melhor estrutura e profissionais motivados

Ações valorizam a Educação e criam cenário melhor para a comunidade escolar

Neste ano letivo que se inicia no dia 27 de março os quase 45 mil estudantes da rede municipal de ensino vão encontrar condições melhores que nos anos anteriores. A Prefeitura de Maceió tem investido R$ 16 milhões em novas unidades, obras e reparos. Mais de 400 computadores foram entregues para qualificar as aulas, além de um novo tempo de valorização do professor, que teve seu ápice com o devido repasse dos valores dos precatórios do Fundef. R$ 190 milhões em recursos foram para o bolso dos docentes da capital alagoana.

 

Além desta soma extra dos precatórios, onde mais de 11 mil profissionais da Educação entre ativos, pensionistas e aposentados, foram beneficiados com o recurso, os professores da rede municipal de ensino alcançaram 10% de reajuste salarial.

 

Ainda entre os ganhos conquistados, o corpo docente teve a implantação e pagamento do retroativo de biênios, aumento do valor da hora/aula de professor, auxílio internet e aumento da bolsa estágio.

 

Segundo a professora Vivian Souza, a Prefeitura está no caminho certo.

“Valorizar os profissionais fortalecendo o plano de cargos e carreiras e investir em melhores estruturas físicas das escolas, para que os professores possam desenvolver suas práticas e os alunos tenham maiores oportunidades de aprendizagem é a solução para uma educação de melhor qualidade”, pontua a educadora que está há seis anos atuando na Escola Municipal Marilucia Macedo, no Jacintinho.

 

Na lista de ampliação da rede pública de ensino da capital, constam os CMEIs Ouro Preto (duas unidades), Ipioca, Clima Bom e Maceió I. Serão ampliadas cinco creches localizadas nos bairros Cidade Universitária, Benedito Bentes e Tabuleiro do Martins. E a Escola Municipal Yeda de Oliveira dos Santos, no Conjunto Village Campestre, na Cidade Universitária, está em fase final de obras. Todas entregues ainda este ano – é expectativa da Prefeitura.

 

Em paralelo, o investimento na Formação Continuada dos professores acontece e é um dos feitos mais lembrados pelos professores. Atualmente, hoje 4.500 profissionais recebem mensalmente R$ 125,00 para contratação de serviços de dados e internet. Todos incluídos no propósito de garantir uma educação básica conectada e inclusiva, em consonância com os cursos de capacitação promovidos regularmente.

 

“Acredito que é essencial investir na formação inicial e continuada dos professores, relacionando teoria e prática”, confirma Vivian Souza.

Já Mayara Cordeiro é professora na Escola Dra. Elizabeth Anne Lyra, que fica no Tabuleiro do Martins e crê que a evolução acontece contemplando áreas específicas do processo pedagógico.

“Eu acredito que três aspectos: capacitação, valorização e estrutura são extremamente importantes para um salto de qualidade nas redes de ensino. No campo da capacitação, é essencial uma formação continuada, com base teórica e prática bem fundamentada, que considere a realidade dos professores e as metas a serem alcançadas a curto, médio e longo prazo pela rede”, entende a educadora que está na unidade há 13 na mesma unidade.

 

Mayara diz que objetivamente a melhora da estrutura das escolas, com espaços mais equipados e modernos, propicia melhores condições de trabalho para os professores e de aprendizagem para os alunos. “É uma relação direta e extremamente positiva”, disse.

 

Para os pequenos – Só em Educação Infantil R$ 237 milhões foram injetados na rede se materializando em novos mobiliários, brinquedos, convocação de professores e novos Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs).

 

Por fim, a Secretaria Municipal de Educação realizou um levantamento para identificar quais pontos na educação os estudantes avaliam de forma positiva ou negativa.

 

Com estes dados, é possível identificar o que precisa ser melhorado no ensino no ano letivo de 2023. A pesquisa passou por 21 escolas e alunos do 6º ao 9º ano responderam ao questionário.

 

Os resultados de um ano letivo mais produtivo e alinhado aos interesses de alunos e professores é uma aposta do prefeito JHC, que tem visitado as obras das unidades escolares. “Estamos muito felizes porque estivemos nestes novos espaços no início da gestão e agora estamos vendo os avanços acontecerem. Serão creches modernas e profissionais capacitados. Tudo para termos melhores números neste ano letivo”, comentou JHC.

 

Fonte: Secom Maceió

VEJA TAMBÉM