publicidade

Pesquisar

Mônica Peixoto é pré-candidata a deputada federal para representar mulheres e povos tradicionais na política

 

Secretária-geral do PSDB Alagoas, ela diz que é “preciso dar voz” às mulheres, povos tradicionais, bem como à juventude e LGBTQIAPN+ em todo o estado.

A secretária-geral do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) de Alagoas, Mônica Peixoto, confirmou nesta quarta-feira, 20, que é pré-candidata a deputada federal. Segundo Mônica, ela leva nessa pré-candidatura “a voz, os pleitos, as necessidades” das mulheres, da juventude, LGBTQIAPN+ e dos povos tradicionais do estado. “Sou uma mulher forte, guerreira e de muita Fé, o maior objetivo é dar voz, de forma efetiva e participativa, a esses setores”, destaca.

“Nosso projeto político será construído junto a todos, no sentido de trabalharmos políticas públicas dignas e justas que façam valer direitos, demandas gerais e especificas, e que garantam o reconhecimento do poder público à importância de cada um desses segmentos na história de Alagoas”, acrescenta Mônica. “A política em nosso estado precisa ter também um olhar materno, que saiba acolher e entender a necessidade do nosso povo”, reforça.

Mônica Peixoto foi diretora do Iprev e secretária especial da prefeitura de Maceió; Gerente de Políticas Públicas para a Mulher, Diretora de Políticas Públicas para Crianças e Adolescentes do Estado de Alagoas. Diretora Geral do Procon Alagoas, e fez parte do Gabinete do Senador Rodrigo Cunha (União dos Brasil) até o início deste ano, como assessora parlamentar. É sobrinha-neta de Braúlio Leite e tataraneta do ex-presidente do Brasil, Marechal Floriano Peixoto.

Foto: Mônica Peixoto, com o prefeito de Maceió JHC e o senador Rodrigo Cunha, pré-candidato ao governo de Alagoas

Fonte: Assessoria

VEJA TAMBÉM