publicidade

Pesquisar

Tragédia desnuda a pobreza do povo alagoano”, diz João Caldas

 

Ex-deputado percorre municípios afetados pelas enchentes e diz que a miséria é consequência das elites políticas que dominam o estado

 

Após percorrer algumas cidades atingidas pelas enchentes desse último final da semana em Alagoas, o ex-deputado João Caldas (UB) disse nesta segunda-feira, 4, que a principal tragédia é a pobreza do povo alagoano. “Essa calamidade só desnudou a pobreza em que vive a nossa população”, lamentou, afirmando que as famílias que estão desabrigadas e desalojadas são a prova da insensibilidade das elites políticas que dominam o estado.

“Vi em cada família desabrigada, em cada família desalojada, a pobreza implícita em nosso estado pelos desgovernos que ao longo dos anos têm vitimizado nosso povo. Senti o abandono, a humilhação, a ausência do poder público junto a essa gente tão desamparada, sem oportunidades, crianças e adultos desnutridos, uma imagem nítida da crueldade dos que podem e nada fazem para ajudar nossa gente”, enfatizou João Caldas.

“Falta programas de moradia segura, locais com infraestrutura, falta trabalho e alternativas de sustentabilidade para grande parte dessas pessoas, falta mais escola e sobretudo falta saúde, falta um poder público com sensibilidade para olhar para esse povo e lhe assegurar qualidade de vida, cidadania real e não a que aparece só em publicidades oficiais”, salientou o ex-deputado João Caldas.

Segundo o ex-parlamentar, mais do que danos materiais dos flagelados pelas enchentes, ele constatou um profundo sofrimento dos que estão mergulhados na pobreza. “As pessoas estão sós”, destacou João Caldas, que entre os municípios que visitou no domingo estão sua terra natal, Ibateguara e São José da Laje.

VEJA TAMBÉM